Notícias

Vereadores solicitam pavimentação de ruas e vacinação para grupos profissionais

Vereadores solicitam pavimentação de ruas e vacinação para grupos profissionais

O vereador Irmão Marquinhos, do Democratas, apresentou na sessão desta terça-feira (15) da Câmara Municipal de Parnaíba, o Requerimento N° 523/2021, solicitando da Prefeitura a pavimentação poliédrica (calçamento), da rua Maria Edilene Fontenelle Coutinho, no Bairro Conselheiro Alberto Silva para melhor trafegabilidade dos veículos e dos moradores daquela localidade. Ele solicitou também a coleta de lixo na referida rua, uma vez que a sujeira fica exposta atraindo inúmeros animais e insetos causadores de doenças e ainda provocando mau cheiro.

O presidente da CMP, Carlson Pessoa (DEM), pediu o envio de Moção de Pesar, através do Requerimento N° 533/2021, aos familiares do senhor Herculano Ferreira Falcão Filho, que veio a óbito no dia 13 de junho deste ano. Herculano fez história com a Banda Atômica durante suas apresentações no antigo Igara Clube. De Ilha Grande ele foi morar em São Paulo, tornando-se sindicalista metroviário. Quando vinha a Parnaíba também era mentor do evento “Segunda Sem Lei”.

No Documento de N° 534/2021, requerendo em caráter de urgência que sejam destinadas doses da vacina contra a Covid-19 para os servidores lotados na Agência da Previdência Social de Parnaíba. O Requerimento faz referência ao Decreto Federal N° 10.282, de 20 de novembro de 2020 e suas alterações, que define os serviços públicos como trabalhadores essenciais, bem como a assistência social e as atividades médico-periciais relacionadas à seguridade social.

“O pedido se faz necessário tendo em vista a atuação de diversos servidores que estão sob exposição diária a um grande número de pessoas por meio dos atendimentos diretos ao público. Vale ressaltar que muitos cidadãos que procuram a agência do INSS estão acometidos por diversos tipos de patologias”, defendeu o presidente.

Na matéria de N° 535/2021, Carlson solicitou o envio de ofício ao prefeito Mão Santa e à secretaria municipal de Saúde, Leidiane Pio Barros, para que seja destinada em caráter de urgência dose de vacinas contra a Covid-19 para todos os trabalhadores de transporte coletivo da cidade de Parnaíba.

Por meio do requerimento de N° 536/2021, os vereadores signatários Francisca das Chagas Castelo Branco Neta de Souza (DEM), Antônio Marcos dos Santos Nascimento Oliveira (Irmão Marquinhos), líder do Democratas na Câmara e João Batista Oliveira dos Santos (Joãozinho do Trânsito), do PSC, para que seja enviada correspondência à diretoria da Gerência Regional de Educação, professora Safira Veras, solicitando informações quanto a data do início da reforma das escolas estaduais Chagas Rodrigues, José Alexandre e Euclides de Miranda. De acordo com a fala da professora Safira na ocasião do uso da Tribuna Livre da Casa, foi informado que as reformas começariam no mês passado.

Ricardo Veras (Republicanos), apresentou a demanda 537/2021, requerendo da Prefeitura de Parnaíba o funcionamento da Sala de Castração situada no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), em caráter de urgência. Ricardo pediu ainda por meio do Requerimento 538/2021, que a Prefeitura de Parnaíba execute em caráter de urgência a implantação de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), para os residenciais Dom Rufino I, II, III e IV. De acordo com o parlamentar, os moradores da localidade não dispõem de atendimento médico e acabam tendo que se deslocar para outros bairros em busca de atendimento de saúde.

Fátima Carmino (PT), pediu na matéria 539/2021, uso da tribuna livre para o assistente social Francisco de Assis dos Santos Souza, da “Frente Parnaíba”, que deverá abordar a questão da inserção do assistente social e psicólogo/a na Rede Básica de Educação. O uso pelo tribuno ficou marcado para acontecer próximo dia 22, quando ele explanará sobre a Lei Federal Nº 13935 de 2019 que dispõe sobre a prestação de serviço de psicologia e de serviço social nas redes públicas de educação básica.

Renata Bittencourt (PTB) solicitou também na matéria 541/2021 o envio de Moção de Pesar pelo falecimento do senhor Ferreira Falcão Filho, ocorrido no último dia 03. E na demanda de número 542/2021, ele pediu envio de correspondência ao prefeito Mão Santa a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças Moraes Souza Nunes (Gracinha) e ao superintendente Iluminação Pública, Leônidas Melo, para que sejam adotadas as devidas providências com a colocação de iluminação de LED no canteiro central da Avenida Senador Furtado, no bairro Nova Parnaíba.

O vereador do PSL, Geraldinho, requereu por meio do requerimento 543/2021, a execução de estudos para a construção de uma praça com academia popular em frente a Escola Municipal Pires de Santana, no povoado São José, a qual possibilitará que os moradores tenham espaço de lazer e prática de exercícios físicos.

“Sabemos que as atividades de esporte e lazer são fundamentais para a qualidade de vida da população, especialmente para jovens, crianças e idosos”, disse. Geraldinho pediu ainda no requerimento 544/20 21, plantação de pavimentação poliédrica (calçamento), na rua Projetada 25, na Praia da Pedra do Sal, com a finalidade de melhorar a infraestrutura da região, oferecendo melhores condições de vida para a população e também contribuir para o desenvolvimento econômico e social da população local.

O parlamentar a Irmão Marquinhos solicitou na demanda 545/2021, que seja encaminhada correspondência ao senhor Nonato Júnior Alencar de Castro, presidente da Equatorial Energia Cepisa, pedindo informações por conta da demora na implantação de rede de energia elétrica na Avenida Rio Parnaíba, no Bairro Igaraçu. o atraso já  estende por mais de 7 meses de sua solicitação. Com a ausência da rede de energia elétrica na rua, não há a possibilidade de colocação de iluminação pública para os cidadãos que ali trafegam, em especial aqueles que moram nas proximidades.

Assis Car (PROS), apresentou o documento 546/2021 para que seja enviada correspondência o prefeito Mão Santa a secretária Gracinha e ao secretário municipal de Transporte, Trânsito Articulação com as Forças de Segurança, Maurício Pinheiro Machado Júnior, solicitando as devidas providências cabíveis junto ao setor competente do poder executivo para a instalação de tachões luminosos nos principais cruzamentos com as ruas Afonso Pena, Samuel Santos, Itaúna, Oswaldo Cruz, Vereador Arimatéia Carvalho e Rua Santana,  em virtude do grande número de acidentes que vem ocorrendo nos citados cruzamentos.

Batista do Catanduvas solidariedade teve três requerimentos aprovados. Ele pediu no Requerimento 540/2021, que seja encaminhada Moção de Pesar aos familiares de Cleiton Araújo Passos pelo falecimento do mesmo ocorrido no dia 12 de junho do corrente ano. Na demanda 547/2021, a requisição é para que seja enviada correspondência Prefeito Mão Santa e para a secretaria de Saúde, Leidiane Pio Barros, solicitando a adoção das devidas providências no sentido de incluir a laboriosa classe dos profissionais de segurança privada e vigilantes como prioridade no Programa Nacional de Operação da Vacinação contra a Covid-19.

“Esses profissionais realizam atividade essencial à população e não pararam nem mesmo durante os períodos mais duros da doença, além disso, na maioria dos postos de trabalho das empresas de vigilância os profissionais atuam na linha de frente em portarias, recepções e mesmo em ações de segurança inibindo roubos contra o patrimônio público”, destacou o vereador. Já no 548/2021, Batista do Catanduva pediu a execução de obras de pavimentação poliédrica na Rua Bueiro João Pinha, em um trecho em torno de 150 metros, bem como na Rua Maria Luíza de Oliveira, em torno de 100 metros e na Travessa Chagas Mosquito, com aproximadamente 300 metros. Todas as vias estão situadas no Bairro Catanduvas.

Joãozinho do Trânsito (PSC), requereu que a Prefeitura analise a viabilidade da construção de pavimentação poliédrica ou asfáltica das seguintes ruas situadas no Bairro Planalto Conselheiro Alberto Silva: Arimatéia Carvalho, Itaúna, Osvaldo Cruz, Anhanguera, João Gomes do Rego Barros, Maria Rosalina, Rabelo de Azevedo, Dr. Moraes Picasso, Maria das Graças Seixas de Aquino, João Gomes do Rego Barroso, Domingos Dias da Silva e Rua Coronel Antônio Manoel da Silva. De igual modo Joãozinho do trânsito pedindo a demanda de número 550/2021, calçamento para as seguintes ruas situadas no Bairro Nossa Senhora de Montserrat: São Camilo, Nossa Senhora Aparecida, Santa Edwiges, Rua dos missionários, Rua Santo Expedito, Travessa Padre Mateus Pontes, Rua Vitório Galvão, Rua Coronel Manoel da Silva Henrique, Rua Eulália Justino da Silva e Rua José Gomes da Costa.

O vereador Zé Filho Caxingó (PL), apresentou dois requerimentos. No primeiro, de N° 551/2021 direcionado ao prefeito Mão Santa e ao secretário municipal de Meio Ambiente, Antônio Geraldo Carneiro, solicitando que a Prefeitura promova uma campanha educativa para que a população de Parnaíba se abstenha de acender fogueiras durante as danças tradicionais e manifestação cultural das festas juninas no ano de 2021. A medida deve-se à pandemia da Covid-19 para a proteção da saúde pública, bem como a diminuição dos danos causados as pessoas com problemas respiratórios.

“A propositura se justifica pela crise que o Brasil sofre do coronavírus que afeta drasticamente o sistema respiratório das pessoas infectadas de modo que a fumaça da fogueira se torna um elemento maior de risco em um momento em que tem uma nova elevação do número de casos e mortes. Tal situação determina a adoção de medidas de saúde pelas autoridades”, argumentou. Já no ofício de N° 552/2021, para que a prefeitura disponibilize a devida assistência de deslocamento de pessoas afetadas pela Covid-19 e que viabilize o acompanhamento dos pacientes principalmente pelos profissionais fisioterapeutas na recuperação dos doentes que necessitam primordialmente dos cuidados de profissionais fisioterapeutas para a recuperação das sequelas.

Edcarlos Gouveia (PP), teve aprovada a demanda 519/2021, para que seja resolvido o problema de falta de medicação nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Parnaíba. E no 520/2021, ele pediu em caráter de urgência a implantação de uma caixa d’água e de uma bomba para a comunidade Casalinhos, na zona rural de Parnaíba.

“Trata-se de uma reivindicação antiga da população de Casalinhos que há tempos espera do Poder Executivo a colocação de uma caixa d’água e de uma bomba para atender aquela população que não tem água tratada e fica à espera de um carro-pipa”, justificou. E na demanda 521/2021,  Edcarlos requisitou ainda em caráter de urgência o recapeamento da via que leva para a localidade Casalinhos, pois a estrada está deteriorada causando riscos à população.

Em relação a notícia de que o nome do Complexo Porto das Barcas não será alterado, Irmão Marquinhos apresentou de forma verbal requerimento pedindo o envio de Moção de Louvor ao deputado estadual e secretário de Cultura do Estado do Piauí, Fábio Novo, pela decisão em favor da cidade de Parnaíba. Carlson Pessoa, por sua vez, propôs o envio de Moção de Louvor para o historiador e jornalista Reginaldo Júnior.

Ascom / CMP

 

Funcionamento dos laboratórios em rodízio 24 horas é discutido em Parnaíba

Funcionamento dos laboratórios em rodízio 24 horas é discutido em Parnaíba

A necessidade do funcionamento dos laboratórios em forma de rodízio 24 horas a fim de atender a população aos finais de semana e feriados em Parnaíba, foi tema de audiência pública realizada na noite desta segunda-feira (14). A demanda foi proposta pelo presidente da Câmara Municipal, Carlson Pessoa (DEM), mediante solicitação do médico Darllan Barros.

Fizeram-se presentes vários representantes dos laboratórios e unidades de saúde de Parnaíba, além dos vereadores, como o médico Darllan Barros, o presidente do Conselho Regional de Farmácias do Piauí, Luiz José Júnior, a farmacêutica, biomédica e representante da Secretaria Municipal de Saúde, Luci Maura Silva, Sebastião Tribuzi Silva, Carlos Bessa, a bioquímica e representante do Laboratório Araújo Vaneska Magalhães Rios, o biomédico e representante do Laboratório Citomed, Rafael Pessoa, o representante do Laboratório São Vicente, Pedro Sérgio, o presidente do Sindicato dos Biomédicos e do Conselho Estadual de Saúde, João da Cruz, o representante do Laboratório Aldelab Diagnóstico, Carlile Campos, o representante do Laboratório Tec Lab, Mário Abel, além do autor da propositura e presidente da Casa, Carlson Pessoa, da líder do governo, Neta Castelo Branco (DEM), além dos vereadores Renato Bittencourt (PDT), Assis Car (PROS), Zé Filho Caxingó (PL) e Batista do Catanduvas (Solidariedade).

Darllan Barros iniciou as falas declarando que a comunidade médica de Parnaíba encontra extrema dificuldade para requisitar exames aos finais de semana em virtude de os laboratórios estarem fechados, fato que acaba comprometendo a intervenção médica.

“O funcionamento dos laboratórios de forma ininterrupta é muito importante não somente para a população parnaibana, mas também para todos da Planície Litorânea, pois assim os médicos ao disporem do resultado laboratorial em mãos, poderão atuar de forma completa imediatamente”, pontuou.

Sebastião Tribuzi Silva lembrou que tempos atrás a população já enfrentou o problema em relação ao funcionamento das farmácias, fato que também foi resolvido após intervenção da Câmara, através de pleito do vereador Carlson Pessoa.

“Nossa luta é que os serviços em saúde sejam ofertados todos os dias da semana 24 horas, tanto a saúde pública quanto a privada. Precisamos que os locais de atendimento de urgência e emergência sejam completos para que as condutas médicas possam ser feitas da forma mais pontual e correta possível”, exclamou Silva.

Luci Maura Silva disse que na cidade já existem laboratórios trabalhando 24 horas ligados a hospitais públicos, no entanto, é preciso ampliar a oferta.

Carlos Bessa ressaltou que a problemática de ter laboratórios particulares funcionando 24 horas implica em vários motivos, como a falta de segurança. Ele considerou importante ter o serviço em forma de rodízio, mas vinculado a um hospital.

A bioquímica Vaneska Magalhães Rios concordou com os colegas frisando que o Laboratório Araújo já funciona de forma ininterrupta no Hospital e Maternidade Marques Bastos.

Pedro Sérgio ressaltou que em mais de 20 anos de atividades o telefone do Laboratório São Vicente nunca tocou solicitando exame de madrugada ou aos finais de semana. “Mas sabemos que os tempos vêm mudando e então iremos alimentar a ideia do funcionamento 24 horas. O primeiro ponto que precisamos saber é a relação dos exames que os laboratórios terão disponíveis e a comunicação com o profissional médico. Acho muito bom abrirmos aos finais de semana, mas também é importante que as clínicas médicas também sejam 24 horas, pois os serviços estão interligados. Devemos debater como será a logística e o custo destas demandas, pois a tabela do SUS há anos não tem reajustes”, esclareceu.

João da Cruz contou a experiência de Teresina, onde os laboratórios atendem às demandas dos hospitais em regime de urgência e emergência.

“Quando atuei nesta área em Teresina, a rotina normal de exames de livre demanda era muito raro de acontecer e acredito que não mudou muito, ou seja, as demandas lá também estão ligadas aos hospitais”.

O biomédico Rafael Pessoa igualmente pontuou sua concordância com os pares quanto ao entendimento de que os laboratórios devem funcionar em regime 24 horas atrelados aos hospitais.

Mário Abel também declarou entender que mesmo aos finais de semana os laboratórios precisarão de referências a fim de ver a viabilidade de execução, pois muitos enviam os materiais e amostras para outros centros que nem sempre devolvem o resultado imediatamente.

Carlile Campos reforçou que devido ao processamento e complexidade das biópsias e exames, não tem como entregar os resultados imediatamente, conforme os médicos requerem.

“Também não possuem terceirização com hospitais para a realização de exames, mas estamos à disposição dos parnaibanos e o que for preciso, estamos aqui para contribuir e servir a sociedade”.

O parlamentar Assis Car parabenizou o médico Darllan Barros e o presidente Carlson Pessoa por proporem o funcionamento integral dos referidos centros de saúde.

“Precisamos encontrar uma saída para deixar aos finais de semana e feriados um laboratório de plantão, pois assim, se os médicos precisarem, eles saberão para onde encaminhar seus pacientes”, ponderou.

Neta quis saber se seria difícil o laboratório do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda) se adequar para melhorar os equipamentos e servir a população de forma mais assertiva.

Luci Maura respondeu que não haveria dificuldades, afirmando que o que falta é a manutenção dos equipamentos e realização de exames simples que no momento são terceirizados.

O presidente Carlson Pessoa frisou que a discussão foi proposta pensando no bem estar e na saúde da população, principalmente neste momento pandêmico. Carlson disse que, ao que parece, a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital Santa Edwirgens estariam impossibilitados de realizar os trabalhos.

“Um paciente internado na Santa Casa ao final de semana que precise de um exame de urgência, como seria o procedimento?”, inquiriu o presidente.

Darllan Barros pontuou que já precisou em uma sexta-feira à noite de requisitar exame para detectar infecção urinária em paciente e somente foi receber o resultado na terça-feira à tarde.

“Precisamos de uma continuidade para tratar certas enfermidades imediatamente. No entanto, não temos a continuação desse segmento. A saúde tem pressa. Somos uma cidade grande e devemos seguir o exemplo de Teresina onde os exames não param”, salientou.

Batista do Catanduvas (Solidariedade), reforçou que muitos exames simples que poderiam ser ofertados no Heda são encaminhados para a Clínica Diagnóstico, sendo que no próprio hospital o resultado sairia bem mais rápido.

“A doença quando chega não avisa, então precisamos tirar esses ‘entraves’ na saúde pública da nossa cidade”, declarou Batista.

Renato Bittencourt (PTB), exaltou a realização do debate e pediu a inclusão do rodízio aos feriados.

Zé Filho Caxingó (PL), perguntou sobre a contrapartida dos laboratórios e a viabilidade da prestação dos serviços.

Por fim, Carlson agradeceu a participação e contribuição dos presidente, ao tempo que informou que a ATA da audiência será encaminhada ao Ministério Público do Piauí.

Ascom / CMP

Comunicado Oficial da Presidência da Câmara Municipal de Parnaíba

Comunicado Oficial da Presidência da Câmara Municipal de Parnaíba

Informo aos senhores e senhoras vereadores que no início da tarde desta segunda-feira (14), o Senhor Secretário de Cultura do estado do Piauí, o deputado Estadual Fábio Núñez Novo, comunicou-nos que o nome complexo “PORTO DAS BARCAS”, não constará mais o nome no complemento do empresário João Fernandes Claudino.

Fábio Novo, ressaltou que a decisão foi feita em comum acordo com familiares do empresário juntamente com os assessores técnicos da SECULT, e também com respeito a Câmara Municipal de Parnaíba que ecoou o apelo em nome dos municípies.

Anunciou-nos que o Museu do local receberá o nome do empresário que merece todo respeito e admiração pela sua trajetória.

 

Vereador Carlson Augusto Cornélio Pessoa
Presidente da Câmara Municipal de Parnaíba

Câmara entrega Título de Cidadania Parnaibano em sessão solene em formato home office

Câmara entrega Título de Cidadania Parnaibano em sessão solene em formato home office

Numa noite histórica, a Câmara Municipal de Parnaíba realizou nesta quinta-feira (10) a primeira sessão solene em formato home office para a entrega de Título de Cidadania Parnaibano ao senhor Wellington Araújo Alves.

Na composição da Mesa, o presidente da Câmara, Carlson Pessoa (DEM), a 1ª secretária, a vereadora Neta Castelo Branco (DEM), o vereador Batista do Catanduvas () e a autora da proposição, Fátima Carmino Dourado (PT) conduziram os trabalhos.

Wellington recebeu o Título de Cidadania pelas mãos do vereador Batista do Catanduvas.

Logo após a vereadora Fátima Carmino fez uso da palavra e enalteceu o trabalho que vem sendo desenvolvido em Parnaíba pelo homenageado. “Uma noite bastante especial ao nosso homenageado que mesmo de longe, eu quero cumprimentá-lo porque eu sei que depois de muita luta nessa cidade finalmente chegou este momento. Quero disse que eu me sinto muito honrada por prestar esta homenagem tão merecida e sei que não sou a única que está feliz, mas a sua família, seus amigos e também todos aqueles que reconhecem o trabalho que você tem prestado na cidade Parnaíba e você é merecedor desse Título de Cidadão da nossa cidade Parnaíba”, destacou a autora da propositura.

Ela ressaltou ainda que o homenageado tem um trabalho que foi sendo construído na cidade ao longo dos anos. “Você é uma pessoa que busca todas as oportunidades para ajudar, mas tem uma coisa que é a sua marca, que está na sua vida, está na sua pessoa que você é hoje em nossa cidade na luta pela a causa LGBT, então assim o seu caminhar tem sido muito árduo e tenho acompanhado em alguns momentos a sua trajetória, e vejo que não foi fácil. Então quero que Deus abençoe toda essa sua caminhada e desejo que nosso Deus o ampare e proteja. Parabéns para você. Agradeço a toda a equipe da Câmara que trabalhou em prol desse momento. Obrigada aos vereadores que se fazem presentes nesta cerimônia. Agradeço mais uma vez ao presidente da Casa que ajudou a construir essa ideia para que a gente realizasse essa honraria ao senhor Wellington”, finalizou.

O segundo a falar foi o homenageado, Wellington Araújo Alves, que iniciou seu pronunciamento agradecendo a Deus pela vida. por estar recebendo o título honroso de cidadão parnaibano. “Agradeço ao presidente desta, vereador Carlson Pessoa, a proponente deste título, a vereadora Fátima Carmino, a minha gratidão a amiga partidária e da militância do nosso Partido dos Trabalhadores, fico grato também a todos os outros legisladores dessa Casa, bem como aos funcionários que aqui trabalham. Posso dizer que ao longo da minha vida tenho tentado atuar como alguém que se preocupa com o próximo e que não cruza os braços diante de qualquer injustiça ou dor, seja de quem for, acredito que isso tenha colaborado para eu tentar ser essa pessoa, sempre um ser humano não tóxico. Finalizo minhas palavras com muita alegria e felicidade pela homenagem, mas quero externar a minha solidariedade à todos os irmãos e irmãs que estão desempregados, passando fome e que perderam alguém em decorrência do Covid-19”, disse.

A solenidade foi prestigiada pelos vereadores AssisCar (PROS), Renatinho Bittencourt (PDT), Edcarlos Gouveia (PP), Taylon Andrades (PROS), David Soares (PP) e Zé Filho Caxingós (PL), que fiveram o uso da fala para parabenizar o homenageado da solenidade.

Carlson Pessoa agradeceu pelo desafio proposto pela vereadora Fátima Carmino. “Como foi dito lá atrás, estamos fazendo história, pois é primeira vez que nós realizamos uma homenagem durante esse estado pandêmico que estamos vivendo no mundo, então tivemos que nos reinventar muito. E essa adequação é muito parecida com a história do homenageado que precisou se reinventar o tempo todo para poder enfrentar as dificuldades. Estamos inovando e hoje quebrei o protocolo permitindo que meus colegas vereadores se pronunciassem prestigiando a solenidade, pois, de acordo com o regimento interno, somente pode se pronunciar o presidente da Casa, o autor da proposição e o homenageado, por isso solicitei a permissão a vereadora Fátima. Quero agradecer à vereadora pelo desafio e estamos encerrando essa solenidade graças a sua ideia e finalizamos felizes por vários motivos: pela sua luta e por este desafio que nos foi propiciado para enfrentarmos juntos”, finalizou o presidente.

 

Ascom/CMP

 

 

Requerimentos pedem concurso público, entre outros pleitos

Requerimentos pedem concurso público, entre outros pleitos

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Parnaíba realizada na noite desta terça-feira (08), o presidente Carlson Pessoa (DEM), apresentou dois requerimentos solicitando melhorias para a Comunidade Km 16. Nos documentos de Nºs 529/2021 e 530/2021, respectivamente, o pedido é para que seja encaminhada correspondência ao prefeito Mão Santa e à secretária de Infraestrutura, Maria das Graças Moraes Souza Nunes (Gracinha), solicitando a execução da obra de conclusão do calçamento e funcionamento do Chafariz da localidade, em atendimento aos reclamos da população.

Os moradores entregaram ao presidente um abaixo assinado contendo dezenas de assinaturas da população que anseia pela benfeitoria. Carlson teve aprovado também o Requerimento Nº 528/2021, solicitando ao prefeito Mão Santa (DEM) e ao secretário de Gestão, Carlos Alberto Teles de Souza, em regime de urgência, a possibilidade de regularizar na forma de Lei Municipal a mudança de nomenclatura dos servidores concursados na função de garis do município que, por terem atividade distinta, os mesmos estão exercendo a função de guarda patrimonial, sem receber as devidas gratificações.

A vereadora e secretária da Mesa Diretora, Neta Castelo Branco (DEM), juntamente com todos os demais parlamentares signatários, solicitou por meio do Requerimento de N° 518/2021, ao secretário estadual de Cultura, Fábio Nunez Novo, que o gestor revise a homenagem feita pela referida Secretaria, que dita sobre a complementação do “Porto das Barcas – Seu João Claudino”.

Do vereador Assis Car (PROS), foi aprovado o requerimento Nº 527/2012 pedindo à Prefeitura de Parnaíba em caráter de urgência reparos no trecho da Avenida São Sebastião, na entrada do Conjunto Raul Bacelar, devido várias crateras existentes  no local de aproximadamente 100 m, causando acidentes no local, inclusive com constantes assaltos em virtude dos condutores de veículos automotivos reduzirem a velocidade por causa dos buracos..

Ricardo Veras (Republicanos), colocou em discussão o Requerimento Nº 531/2021, requerendo à Secretaria de Saúde a inclusão no plano de vacinação contra a Covid-19 os estudantes e docentes do curso de biomedicina da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). E na matéria 532/2021, ele requereu à Secretaria de Cultura do Estado e à Secretaria de Segurança Pública do Piauí  a disponibilização de seguranças e  policiais militares no Complexo Porto das Barcas. Conforme explicou o parlamentar, muitas pessoas visitam o ponto turístico e constantemente são surpreendidas com a presença de usuários de drogas.

Renato Bittencourt (PTB), pediu no requerimento 524/2021 o envio de correspondência ao prefeito Mão Santa à secretária de Infraestrutura, Maria das Graças Morais Souza Nunes, ao superintendente Iluminação Pública, Leônidas Melo, para que sejam adotadas as devidas providências em regime de urgência para A implantação da rede de baixa tensão, bem com a continuação da instalação de iluminação pública de LED na estrada da Pedra do Sal, com início no último quebra mola e final na bifurcação, na entrada da Praia da Pedra do Sal com a cidade de Ilha Grande, tendo em vista que o trecho citado encontra-se totalmente às escuras.

Taylor Andrades (PROS), demandou respectivamente nos requerimentos 525/2021 e 526/2021, o envio de correspondência ao governador do Estado do Piauí José Wellington Barroso de Araújo Dias (PT) para que o mesmo providencia a reforma e ampliação do prédio do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (Iasp), antigo Iapep em Parnaíba, considerando a grande quantidade de servidores estaduais ativos e inativos conveniados e dependentes dos serviços oferecidos pela instituição que tem dificuldades para contar com os serviços prestados pela ausência de local adequado para atendimento. E na matéria 526/2021, a demanda é para que seja enviada correspondência ao secretário estadual de Saúde, Florentino Alves Veras Neto, para que o mesmo providencie a aquisição e distribuição de vacinas contra Covid-19 para atender ao grupo prioritário dos trabalhadores em transporte aquaviário em Parnaíba. Tal requisição encontra amparo no informe técnico do Ministério da Saúde, que considera os trabalhadores do transporte aquaviário como prestadores de serviços essenciais para o desenvolvimento do País.

Joãozinho do Trânsito (PSC), pediu na demanda 515/2021, a construção da pavimentação poliédrica ou asfáltica na estrada vicinal que dá acesso ao Povoado Chafariz, iniciando na avenida padre Raimundo José Vieira, no bairro Catanduvas, bem como colocação de iluminação pública nos postes na da citada estrada na cidade de Parnaíba. No número 514/2021, ele requer um estudo para que seja vista a viabilidade de plantio de mudas de árvores na avenida Francisca Borges dos Santos, no final da Avenida São Sebastião, nas praças  e nos conjuntos residenciais, bem como a podagem adequada das árvores existentes, assim como a manutenção e conservação das árvores centenárias que lá existem. Já na requisição de número 513/2021, Joãozinho do Trânsito também pediu a elaboração de um estudo para resolver os problemas de sinalização luminosa vertical e horizontal, redutores de velocidade ou lombadas luminosas de acordo com a legislação de trânsito brasileira, além de reforçar a pintura das faixas de pedestres e ciclistas. 516/2021, ele pediu a elaboração de um estudo para solucionar os problemas de alagamentos ou piscinões nas seguintes ruas de Parnaíba: Rua Joaquim Frota Aguiar, por trás do colégio Sesi, no bairro Dirceu Arcoverde; Rua Merval Neres, ao lado do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde; Rua Prudente de Morais, no bairro Piauí,; Rua São Leopoldo, em frente à igreja, no bairro Piauí; Rua Anhanguera com a Rua Carpina, no bairro Piauí, mais precisamente na área do Piscinão; Rua 13 de Maio; na Quarenta, no bairro São José; BR 343, em frente à Jelta Veículos; alagamentos no Campo da Colônia, próximo ao IML; rua Santa Isabel, em frente à Igreja, como também o campo de futebol da Vazantinha que vive sofrendo com alagamentos e também no Conjunto Betânia 2 – Quadra 1- Casa 15, no bairro Piauí.

O líder do Democratas na Casa, Irmão Marquinhos, apresentou no requerimento 522/2021 solicitando o envio de correspondência ao prefeito Mão Santa para que o gestor sugira junto ao setor competente da Prefeitura de Parnaíba a realização de concurso público para agentes comunitários de saúde (ACS) e combate a endemias. Tais profissionais atuam nos surtos de doenças transmissíveis em certas épocas do ano, como na prevenção e combate a dengue, zika e chikungunya.

Por fim, o vereador Zé Filho Caxingó, do Partido Liberal (PL), teve aprovado o Requerimento 517/2021, solicitando envio de correspondência ao prefeito Mão Santa para que o mesmo tome providências para ampliar e implementar melhorias na situação habitacional da cidade, principalmente para a população que mora em locais de risco como as regiões de alagamentos e dos moradores que vivem em regiões precárias, como os assentamentos. Ele requereu que o governo municipal tome a necessária articulação perante Ministério do Desenvolvimento Regional no sentido de trazer para Parnaíba o novo programa habitacional do Governo Federal “Minha Casa Verde Amarela”.

Ascom / CMP

Complemento ao nome do Complexo Porto das Barcas é tema da Tribuna Livre da Câmara

Complemento ao nome do Complexo Porto das Barcas é tema da Tribuna Livre da Câmara

O presidente do Instituto Histórico Geográfico e Genealógico de Parnaíba (IHGGP), Reginaldo Júnior, fez uso da Tribuna Livre da Câmara Municipal na noite desta quarta-feira (02), quando explanou sobre o complemento ao nome do Complexo Porto das Barcas, assunto este que tem gerado muita polêmica na cidade, pois a população julga o ato como uma “descaracterização da história e da memória da cidade”.


Reginaldo Júnior iniciou dizendo que foi surpreendido com a entrevista que o presidente da Fundação Cultural do Estado do Piauí, Fábio Novo, concedeu à TV Costa Norte falando sobre a obra que está sendo realizada no Porto das Barcas e sobre a homenagem que será feita ao empresário João Claudino. “Por isso estou usando a Tribuna desta Casa e solicito que o presidente da Fundação reveja, pois foi tomada esta atitude sem consultar os parnaibanos e as entidades”, exclamou!


Ainda disse que desde o início da reforma o fato vem gerando polêmica. “Nossa luta começou no início da obra quando quiseram descaracterizar as pedras da calçada e tirar a linha da ferrovia que é marco da nossa história. O Porto das Barcas foi construído com o suor de trabalhadores humildes e deve manter a sua originalidade. Quero dizer que nossa história tem que ser mantida viva”, disse Reginaldo Júnior. “Um cidadão por ser secretário de Cultura, e por ser um deputado estadual que deveria manter um contato com cidadão e ouvi-los, antes de tomar qualquer atitude. O nosso repúdio não é com relações ao Seu Claudino, principalmente porque a gente conhece sua história e sua chegada a cidade de Parnaíba, então nossa luta é para manter viva nossas raízes”, emendou.

Sobre a Tribuna, o vereador Batista do Catanduvas (Solidariedade), informou que ficou triste ao tomar conhecimento da alteração do nome do Completo Porto das Barcas. “Recebi muitas ligações e mensagens me cobrando um posicionamento, principalmente porque sou uma pessoa ligada à cultura. Eu iria solicitar a vinda do secretário de Cultura para dar explicações, mas a vereadora Fátima já fez a petição. Vou deixar para perguntar algumas coisas ao secretário. Eu não posso me calar com um tapa desse na cara da sociedade parnaibana, na cultura e nossa história. O seu João merece ser homenageado, porém no Complexo Porto das Barcas não tem como mudar o nome. Vejam outro jeito de homenageá-lo”, ponderou.

O parlamentar Assis Car (PROS), também se posicionou contra o complemento “Porto das Barcas – Seu João Claudino”.
“Nascemos e nos criamos ouvindo as histórias do Porto das Barcas, então vejam outra sala dentro do Porto das Barcas para homenagear Seu Claudino. E quero dizer que faço parte desta luta”.

O vereador Zé Filho Caxingós (PL), disse que compartilha da mesma ideia dos demais colegas, que afirma que Porto das Barcas não necessita de mudança e que considera um erro do secretário de Cultura não procurar os historiadores da cidade para conversar e ver as possibilidades. “Está ótimo o nome do Complexo Porto das Barcas, e não precisa acrescentar e nem tirar nenhum nome. Agora vou aguardar e escutar a fala do secretário de Cultura, Fábio Novo, na próxima semana”.


Joãozinho do Trânsito (PSC), declarou que o senhor Claudinho tem seu espaço na cidade de Parnaíba e que como parlamentar, jamais vai aceitar uma mudança dessa natureza. “Porto das Barcas é uma história, é uma lenda do nosso povo e da nossa sociedade. Desde sempre eu acompanho as histórias do Porto Salgado, que é o Porto das Barcas, então é muito importante manter a memória da nossa história conservada”.

Neta Castelo Branco (DEM), sugeriu que fosse encaminhado um requerimento com todos os vereadores signatários destinado ao governador do Estado, Wellington Dias (PT) e o secretário de Cultura Fábio Novo, expressando que a população não aceita o complemento do nome.

“Porque a cidade de Parnaíba tem que ser respeitada. A população é a voz do povo e deve ser respeitada e o pedido que estamos fazendo é em nome da população que tem nos procurado e nós somos os representantes da população. O secretário deveria ter ouvido a população, então peço que eles revejam e tenham respeito”, frisou.

Edcarlos Gouveia( PP), disse que tem um respeito muito grande pela história do Seu Claudino. “Ele é um grande homem que contribuiu muito pelo Estado do Piauí e também é o maior empresário do Estado, mas pontuo que deve continuar somente com o nome Porto das Barcas e nada contra, mas sim a favor da nossa cidade e da nossa identidade que é muito importante”, argumentou ao destacar ainda que o Porto das Barcas é conhecido mundialmente e ficou ótima a revitalização do local para a cidade.

O vereador David Soares(PP,) destacou a fala da Tribuna com relação ao resgate histórico que foi muito bem apropriado. Disse que Seu Claudino foi um grande empreendedor, um grande investidor que gerou vários empregos e renda no Estado e que merece todas as homenagens, porém afirmou que a alteração de nome descaracteriza a história da cidade. “O homenageado realmente merece seu espaço na memória e no coração, todavia o Porto das Barcas não seria um local adequado, mas eu acredito no diálogo para que possamos manter a história belíssima do nosso Porto das Barcas”.

O pedido foi feito por meio do requerimento de autoria da vereadora Fátima Carmino (PT) que foi aprovado, convidando o secretário de Cultura para participar na próxima semana da Tribuna Livre para que ele possa escutar e responder sobre a nova nomenclatura.

“O Porto das Barcas é o coração da nossa cidade, de todas as e todos os parnaibanos têm um apreço muito grande, por isso que serve o diálogo para ouvirmos as pessoas para poder ser revisto o que é necessário. Quero dizer que o deputado Fábio Novo é muito aberto ao diálogo, e também não entendo porque não teve esse diálogo inicialmente a respeito do assunto, mas somente ele poderá explicar, e por isso fiz o requerimento solicitando a sua vinda à Câmara, explicou Fátima Carmino.

Daniel Jackson (Solidariedade), expressou em sua fala sobre o assunto dizendo que existem várias manifestações, principalmente nas redes sociais, “Eu recebi algumas ligações e algumas mensagens sobre o tema, mas quero salientar que Porto das Barcas é patrimônio histórico da nossa cidade. Eu entendo as homenagens que o senhor Claudino merece, mas pode ser em outro lugar, pois precisamos preservar a nossa história e o sentimento dos parnaibanos para que não haja alteração no complexo turístico. O local tem história de pessoas que suaram suas camisas, como meu, seu Agostinho que foi estivador. Acredito no diálogo que vai ser aberto com o secretário de Cultura, o deputado Fábio Novo e que ele possa rever esta decisão”.


O autor da propositura, o presidente Carlson Pessoa(DEM), disse que a Casa tem sido procurada diariamente para tratar de todos os assuntos inerentes a sociedade e também de outras cidades circunvizinhas. “Quero destacar a importância de cada vereador e de cada vereadora. Sei que temos limitações, que não podemos gerenciar ou legislar todos os temas todos os assuntos, mas podemos ecoar a fala para tentar resolver os problemas da sociedade, por isso que me orgulho principalmente dessa Legislatura. A exemplo do Instituto Histórico que nos procurou e estamos ecoando a voz dos historiadores de Parnaíba. Vamos dar voz ao secretário Fábio Novo, pois conheço a civilidade, pois acompanhamos daqui a sua desenvoltura política. Quero salientar a importância desta Casa Legislativa no trato dos assuntos inerentes a nossa cidade, e quero parabenizar a todos vereadores e vereadoras pela forma lúcida e racional que fizeram suas colocações. E afirmo, o seu Claudino merece todo respeito do Piauí e de Parnaíba”, finalizou.

Ascom / CMP

Câmara aprova demandas ligadas a estrutura de ruas e conclusão da Vila Olímpica, entre outros

Câmara aprova demandas ligadas a estrutura de ruas e conclusão da Vila Olímpica, entre outros

Na sessão ordinária realizada na noite desta terça-feira (01), o vereador do PROS, Assis Car, teve dois requerimentos aprovados. No primeiro de N° 500/2021, ele pediu que a Prefeitura disponibilize novos fardamentos para os profissionais da Guarda Patrimonial, pois os atuais estão bem desgastados. Na segunda matéria, de N° 501/2021, o edil sugeriu ao Poder Executivo que se execute em caráter de urgência a capina e limpeza do calçadão da Avenida Gerardo Pontes Cavalcante, em toda sua extensão, no bairro São Vicente de Paula. O pedido se faz necessário devido ao mato que já está impedindo a caminhada das pessoas que por lá residem.

Do vereador Geraldinho (PSL), foi aprovado o Requerimento de N° 482/2012 solicitando que sejam tomadas as devidas providências junto ao setor competente da prefeitura para fazer um estudo de nivelamento do calçamento da rua Carlos Carvalho, por trás do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), pois o calçamento foi construído mais alto do que a calçada das casas e quando chove a água entra dentro das residências, causando vários prejuízos e desconfortos à população.

A pedido da população, o presidente da Câmara, Carlson Pessoa (DEM), apresentou o requerimento N° 486/2021 solicitando a construção de uma caixa de areia com medidas 30 x 15 ao lado do campo de futebol de areia da Beira Rio, localizado na Avenida das Nações Unidas. O pedido visa atender as reivindicações dos praticantes de esportes que usufruem do espaço público. Na matéria de N° 487/2021, ele pediu o envio de correspondência ao prefeito Mão Santa (DEM) e a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza Nunes (Gracinha), para que o setor competente determine em caráter de urgência a construção de praças e quadras poliesportivas nas áreas verdes dos Conjuntos Residenciais Casa Nova e Jardim de Alá, ambos situados no Bairro Frei Higino. Os moradores anseiam há muito tempo pela benfeitoria e entregaram na sala da Presidência um abaixo-assinado com as assinaturas de todos os moradores.

Ainda para o Bairro Frei Higino, Carlson apresentou a demanda de N° 488/2021, por meio da qual pediu que a Prefeitura informe a título de esclarecimento, detalhes de uma obra de escoamento das águas pluviais na Rua Coronel Manoel Antônio da Silva para o Conjunto Residencial Casa Nova. De acordo com os moradores do residencial, a situação pluviométrica do conjunto não suporta tal volume das águas, pois existem trechos com represamento/alagamento. Diante do problema e através de abaixo assinado enviado pelos moradores, o parlamentar solicita ao prefeito Mão Santa e a secretária Gracinha, que seja apresentado o estudo do impacto causado por esta obra e sua adequação às normas sanitárias para a referida comunidade.

Carlson teve ainda aprovada Moção de Profundo Pesar, através do Requerimento de N° 484/2021, solicitando que a Moção seja enviada à senhora Eneida Maria Brito Rocha, extensiva aos demais membros de sua família pelo falecimento de seu esposo, o senhor José Joaquim da Rocha. O senhor Joaquim é pai do articulador político “Dedé”, muito conhecido e querido na cidade. O último requerimento da noite aprovado de autoria do presidente foi o de N° 485/2021, requerendo o uso da Tribuna Livre da Casa às professoras e servidoras públicas do município, Priscila de Oliveira Lopes e Francileuda Lopes da Costa, na sessão ordinária em formato home Office a ser realizada no próximo dia 16.

A vereadora Neta Castelo Branco (DEM), pediu no Requerimento Nº 489/2021, para que seja enviado ofício ao prefeito Mão Santa (DEM) e ao secretário estadual de Saúde, Florentino Neto e a secretaria municipal de Saúde Leidiane Pio Barro, para que as autoridades assegurem o direito de preferência da vacinação contra Covid-19 para a categoria dos profissionais de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, aos agentes de segurança de trânsito, aos guardas municipais e demais agentes das forças de segurança e fiscalização do município de Parnaíba, incluindo também os trabalhadores da defesa civil.

No Requerimento Nº 494/2011, o vereador Renato Bittencourt (PTB), pediu providências para construção de asfalto na rua Francisco Ayres, no bairro Nossa Senhora de Fátima, para melhor trafegabilidade de veículos que transitam por pela via.

Irmão Marquinhos, do Democratas, apresentou o requerimento de número 497/2021, por meio do qual ele requereu que seja realizada a notificação ao proprietário do antigo casarão situado na rua Luís Correia, no bairro Mendonça Clark, ao lado da Sorveteria O Pirata. O local está abandonado, sem limpeza e alguns ambulantes estabeleceram seus pontos de vendas em frente ao local e convivem com mau cheiro e com risco de contrair alguma doença.

“Os vendedores ficam ao lado da estrutura antiga e o prédio pode até desabar”, alertou.

No documento de N° 498/2021, ele pediu que seja enviada correspondência ao prefeito Mão Santa e à secretária de Infraestrutura, Gracinha Moraes Souza, solicitando a realização da pavimentação asfáltica da rua Luís Correia para melhor trafegabilidade dos veículos e moradores da localidade.

Do vereador Ricardo Veras (Republicanos), foi aprovada a demanda de N° 499/2021, requerendo da Secretaria Municipal de Saúde a resolução do problema da falta de insumos e medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde do município. De acordo com o parlamentar, há uma grande quantidade de reclamações de pessoas que se deslocam para os postos de saúde e se deparam com a falta de vacinas e agulhas, bem como o fato de medicações simples para hipertensão e diabetes estarem em falta.

Ronaldo Prado (Cidadania), pediu por meio da demanda 470/2021, a tomada de medidas cabíveis para que seja colocado coletora de lixo para atender os moradores da Vila dos Pescadores, no povoado Pedra do Sal.

Joãozinho do trânsito (PSC), apresentou ofício pedindo realização de estudo a fim de ver a viabilidade do estabelecimento de parcerias para fazer a restauração dos patrimônios históricos da cidade, assim como os casarões do Porto das Barcas e os prédios antigos de Parnaíba tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). No pleito 502/2021, ele requereu o envio de correspondência ao diretor-geral do Detran do Estado do Piauí, Garcias Guedes Rodrigues Júnior, solicitando do mesmo providências através da Escola Piauiense de Trânsito, no sentido de elaborar um trabalho de educação no trânsito na cidade de Parnaíba.

“Deve-se buscar também o apoio da Prefeitura, Polícia Militar e PRF, todos trabalhando juntos no intuito de fazer uma educação presente de trânsito na cidade de Parnaíba”, sugeriu.

No ofício N° 504/2012, Joãozinho pediu o envio de correspondência ao governador do Piauí José Wellington Barroso de Araújo Dias (PT) e ao secretário estadual de Fazenda do Piauí, Rafael Tajra Fonteles, cobrando uma  solução concreta para os problemas da Vila Olímpica de Parnaíba.

“A mesma precisa ser colocada como prioridade do projeto Pró-Piauí uma vez que a mesma está com as obras paralisadas desde 2008, ou seja, 13 anos já se passaram sem que nenhuma providência seja tomada para Vila Olímpica de Parnaíba”, concluiu o parlamentar.

Ascom / CMP

Comunicado

Comunicado

O vereador André Neves (Republicanos), testou positivo para covid-19. O diagnóstico foi confirmado depois que o mesmo apresentou sintomas leves da doença, na tarde desta segunda-feira (31). Tão logo tomou conhecimento do resultado, o vereador André Neves entrou em isolamento social, em sua residência, e já está em tratamento.

Ascom

Segurança pública foi tema de audiência pública na Câmara de Parnaíba

Segurança pública foi tema de audiência pública na Câmara de Parnaíba

Uma audiência pública realizada no Plenário da Câmara Municipal de Parnaíba nesta quinta-feira (27), reuniu as principais forças de segurança da cidade e do estado para debater sobre a criminalidade em Parnaíba. O encontro foi promovido por meio de requerimento aprovado de autoria do vereador André Neves (Republicanos). Os trabalhos foram dirigidos pelo presidente da Casa, Carlson Pessoa (DEM), sendo secretariado pela vereadora também do Democratas, Neta Castelo Branco.

Por mais de três horas o assunto foi discutido na Casa de Legislativa que contou com a presença de diversas autoridades. Estiveram presentes o secretário de Segurança Pública do Piauí, Coronel Rubens Pereira, delegado da Polícia Federal, Carlos Alberto Ferreira do Nascimento, delegado da Polícia Rodoviária Federal, Francisco das Chagas Lopes, comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar do Estado do Piauí, Tenente Coronel Antônio Pacifico Neto, promotor de Justiça, Rômulo Paulo Cordão, presidente da subcomissão de Segurança Pública da OAB-Subseção de Parnaíba, Vinicius Araújo, comandante do Comando Geral da Polícia Militar no Piauí, Coronel Lindomar Castilho, comandante da Guarda Patrimonial, Tenente Madislan da Silva Sousa, comandante do 2° Batalhão de Bombeiros, Comandante Major Jullierme Christian Lima Vale.

Também participaram da audiência pública os vereadores Neta Castelo Branco (DEM), Ricardo Veras (Republicanos), Edcarlos Gouveia (PP), Zé Filho Caxingó (PL), Batista do Catanduvas (Solidariedade), Taylon Andrades (PROS), Ronaldo Prado (Cidadania) e Assis Car (PROS).

 

No início da sessão, o autor proponente, André Neves, fez uma introdução relatando que a cidade de Parnaíba era calma e pacata, mas atualmente vive uma situação bem diferente, onde os moradores estão aterrorizados com a onda de violência que vem ocorrendo quase que diariamente, entre homicídios e assaltos. Ainda falou que a proposta da audiência é encontrar soluções ou respostas para a população.

“Espero que entremos em um entendimento saudável por parte de todos que estão participando desta audiência, e entendo a competência de cada órgão e desejo obter algumas respostas concretas e resultados positivos”, disse André Neves.

O Coronel Rubens da Silva Pereira, em sua palavra afirmou que todos os presentes na audiência tem o mesmo objetivo de trazer a tranquilidade e a paz, principalmente nesta região litorânea que é de extrema importância para o Estado do Piauí. Disse que a Secretaria Segurança tem feito um controle das demandas de forma online todos os dias, acompanhada de uma publicação mensalmente com todos o levantamento com estática da criminalidade no estado do Piauí e publicado no site da Secretaria de Segurança

“No estado do Piauí temos que ter consciência e trazer uma política de controle e contenção para que o cidadão tenha paz para ir trabalhar e para viver. Estamos estabelecendo políticas públicas e temos conhecimento da realidade. Vamos também realizar um concurso público e no início do ano fizemos um chamamento de delegados, peritos e agente civil, tudo para fortalecer o recurso humano que já é escasso no sistema público de segurança. Agora vou aguardar as sugestões e os encaminhamentos necessários para que nós possamos melhorar sempre as nossas ações e precisamos do apoio municipal com certeza. Fico à disposição e o que tiver ao meu alcance farei os encaminhamentos”, assegurou.

O delegado Francisco das Chagas Lopes Sobrinho, da Polícia Rodoviária Federal, explicou que quando assumiu em janeiro de 2020 a proposta foi de fazer uma política mais intensa e mais forte na segurança pública na região. “Temos conhecimento do aumento da criminalidade nos últimos meses. Temos feito o acompanhamento e utilizado a inteligência que é fundamental para atividade policial em algumas ações. Temos procurado realizar ações preventivas e sempre estamos em contato com Coronel Pacífico, pois compreendo as limitações de cada órgão e devemos unir forças para realizar um trabalho mais intenso para não perder o controle. A gente aliando algumas questões juntamente com a tecnologia, assim realizamos ações mais fortes na cidade”.

O promotor Rômulo Paulo Cordão frisou que o fator da criminalidade está ligado diretamente ao tráfico de drogas, pois tem visto uma grande quantidade de prisão relacionada a furto e roubo relacionados diretamente às drogas. Outra questão pontuada por ele foi que muitos jovens estão envolvidos cada vez mais na criminalidade.

“Estamos discutindo para ver o cenário que estamos vivendo para refletir e prospectar algum tipo de minimização da coisa, mas a gente tem que atuar em ações preventivas na questão do social para que os jovens que estão envolvidos tenham outras alternativas e outra questão que a polícia esteja mais presente, pois sua presença inibe muitas ações dos criminosos. Tenho percebido pouco efetivo de policiais nas ruas. Solicito ao secretário de Segurança mais um presídio para Parnaíba. São essas algumas impressões que tenho a respeito do município”.

O delegado da Polícia Federal, Carlos Alberto Ferreira do Nascimento, pontuou que a Polícia Federal tem trabalhado na cidade de Parnaíba com força tarefa. “São ações coordenadas e dirigidas. Cada instituição na sua atribuição e as ações que ocorrem sempre de forma impactante no momento oportuno e principalmente com seletividade, e não ignoramos crime pequeno, em busca de resultados mais efetivos. Estou à disposição para ouvir e fazer os encaminhamentos das demandas”.

De acordo com o tenente Madislan da Silva Sousa, o município está atuando na questão da segurança na medida em que lhe é possível. O comandante disse que a criminalidade é bem complexa até na questão geográfica e explicou que o município tem várias ações integradas com Polícia Militar que envolve tanto a Guarda Patrimonial quanto a Guarda Civil. Disse ainda que estão na fase de conclusão da aquisição dos coletes balísticos e munições que serão mais uma força de segurança para que possam somar com as demais instituições, pois o armamento já é uma realidade.

“Estamos abertos para atender todas as demandas envolvendo não só pleitos de mandados pela polícia militar, como de outros órgãos também que são responsáveis pela segurança. E nos colocar à disposição para encarar e ajudar no que for preciso para que a gente possa voltar a ter a tranquilidade que a gente tinha em nossa cidade”.

O Comandante Tenente Coronel Pacifico Neto, salientou que ações policiais são preventivas, ostensivas e investigativas. Trouxe ainda, alguns números de operações realizadas no município onde foram apreendidos aparelhos sonoros, 42 armas de fogo somente no ano passado, 53 mil abordagens de pessoas e 129 armas brancas e recuperação de veículos.

“A segurança é um dever do estado e um direito de todos. Sugiro a criação de um Conselho Municipal de Segurança com apoio das instituições de segurança juntamente com a comunidade para realizar ações e traçar uma linha visando atender as questões mais urgentes e também atender crianças, adolescentes e jovens”, propôs Pacífico Neto.

Vinicius Araújo, presidente da Subcomissão de Segurança Pública da OAB, ressaltou em sua fala que são necessárias medidas eficazes para prevenir a criminalidade por meio de ações sociais, com a ajuda do município e das instituições que estão sendo representadas na audiência. Disse também relatou que a OAB já realiza algumas ações para atender pessoas que não têm conhecimento da Lei.

O Coronel Lindomar Castilho explicou que tem conhecimento da responsabilidade da prestação de serviço da Policial Militar, mas disse reconhecer que o trabalho dos policiais do dia- a- dia é uma injustiça, porque todos os dias eles são cobrados para patrulhar e colocam a vida deles em risco.

“Vou falar pela polícia militar. Nós trabalhamos pelo limite das nossas forças e tudo que temos colocamos à disposição da sociedade. Lógico que todo mundo queria ter mais patrulhamento, mais policiamento. Com a atual situação que estamos vivendo da pandemia da Covid-19, que tem sido mais impactante, só para informação ¼ do nosso efetivo já está contaminado, e mesmo assim nós estamos lá na linha de frente. Coragem, criatividade e compromisso, eu passo todo dia isso para os policiais independente do Batalhão. E ainda coloco a serviço da comunidade tudo que temos, mas como eu disse nossos recursos são limitados, temos um limite do quadro efetivo e cabendo a gente gerencia em favor da população. E temos que pensar também em tecnologia como videomonitoramento para cidades, que é uma forma de ajustar e ter a presença da polícia militar mais qualificada, então, peço a Câmara Legislativa o apoio para que isso vire realidade em forma de parceria com o Poder Executivo”, sugeriu.

A última fala foi feita pelo Comandante Major Jullierme Christian Lima Vale, do 2° Batalhão de Bombeiros. Ele explicou que ações dos Bombeiros são bem específicas, não estão ligadas ao trabalho com a segurança pública e sim em socorrer, mas se colocou à disposição.

Após as falas das autoridades, André Neves fez alguns questionamentos. O primeiro foi direcionado ao secretário de Segurança, Coronel Rubens. O parlamentar perguntou o que ele tem de concreto na questão da segurança para cidade de Parnaíba? Quis saber ainda o que o Tenente Coronel Pacifico Neto precisa para reforçar a segurança na cidade.

“Quais ações que serão propostas pelo Ministério Público para segurança da cidade de Parnaíba? Quais ações da PRF para colaborar com o município? Tenente Madislan, como as forças de segurança do município podem intervir e colaborar com todos os órgãos de segurança?”, inquiriu.

Em resposta, o secretário de Segurança informou que irá continuar com algumas operações integradas que foram feitas em Parnaíba de forma periódica, mas que isso dependerá de investigações, solicitações de prisões e mandado de prisão. “Outra alternativa,  por enquanto, pois não se tem mais efetivos suficientes para atender as demandas que estão chegando”, pontuou.

O gestor disse também que a Secretaria está em processo de licitação para aquisição de um sistema eletrônico para o estado do Piauí, sendo que a região norte será beneficiada logo no início.

O Tenente Coronel Pacífico em resposta ao questionamento do autor da audiência falou que o foco será em ações pontuais com integração das polícias civil, militar, federal e rodoviária federal.

O vereador Ronaldo Prado ( Cidadania), questionou o  secretário de segurança Coronel Rubens acerca da possibilidade de o próprio município de Parnaíba criar uma força tarefa com a junção de alguns policiais. Em resposta o secretário informou que sim e disse que a segurança pública pode ser de forma integrada. Sobre a pergunta do vereador Zé Filho do Caxingos (PL) a respeito da convocação de formação de polícia civil, ele disse que a previsão do chamamento é para o segundo semestre deste ano, assim que todo o quadro da Polícia Civil estiver vacinado.

O Tenente Madislan completou que o município tem buscado algumas soluções para questões de segurança e disse que já tem um projeto de monitoramento para a cidade de Parnaíba para alguns pontos de instalação de câmeras de segurança em toda a cidade. O projeto foi entregue ao prefeito Mão Santa que demonstrou bastante interesse no aparato tecnológico que dará suporte a segurança para a população. O efetivo da Prefeitura deverá contar com algumas pick-ups para realização de patrulhamento e abordagem a fim de atender algumas ocorrências de Parnaíba e também a guarda patrimonial será reaparelhada.

“Todas essas ações serão bem significativas, principalmente na questão da segurança da cidade, uma vez que estaremos trazendo mais confiança à população”, avaliou.

Em sua fala, o presidente Carlson Pessoa agradeceu a presença de todos que compareceram ao debate na Casa Legislativa. Ele destacou o trabalho desempenhado pelas Polícias Militar  toda região. “Foi um debate muito importante, enriquecedor e produtivo, sendo que certamente ações concretas serão colocadas em prática a partir de agora”, disse.

 

Ascom / CMP

 

Nota ao público

Nota ao público

A Câmara Municipal de Parnaíba exerce um papel importantíssimo para os munícipes, atuando como um órgão legislador e fiscalizador, ou seja, tem a função de elaborar leis, regras e princípios; fomentar debates de interesse da população e fiscalizar os atos do Poder Executivo, tanto na adequação quanto na legalidade dos atos praticados.

A Augusta Casa de Leis trabalha em harmonia com o Poder Executivo Municipal, porém não lhe presta subordinação, atuando assim de forma independente e em consonância com os interesses e necessidades da população, sempre detendo autonomia para buscar seu objetivo primordial, que é o trabalho para o bem da sociedade.

O presidente da Câmara, Carlson Augusto Cornélio Pessoa, ressalta que todos os procedimentos da Câmara Municipal seguem à risca o seu Regimento Interno, conforme ocorreu na aprovação do Veto de Lei apresentado pelo Autógrafo de Lei Nº2 .299/2021.

Assim sendo, a Câmara Municipal presta as devidas informações esclarecendo que o Poder Legislativo atua na defesa dos interesses de toda população e não somente em benefício de um determinado grupo, mas nas demandas de todo município.

Ascom / CMP